quinta-feira, 10 de maio de 2012

A Palavra Eterna

"No principio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus... E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós)
(1João 1:1 e 14)

    Pelo fato de sermos limitados pelo tempo e espaço, temos dificuldade de formularmos uma concepção sobre a eternidade passada. No entanto, antes de qualquer começo, não importa quão antigo possa ter sido, o Senhor Jesus já era Deus Filho. O Verbo como Ele é chamado nos versiculos acima, nunca conheceu o começo.
   O que entendemos sobre o termo "Verbo", quando aplicado a Cristo?  Assim como expressamos nossos pensamentos e sentimentos por meio de palavras, assim o Senhor Jesus é a perfeita revelação de Deus. E o Verbo eterno se tornou homem. Ele, que não teve começo, entrou na esfera limitada entre tempo e o espaço, tornando-Se ser humano afim de revelar Deus para a humanidade. Em tudo o que o Senhor Jesus fez e disse podemos reconhecer quem é Deus.
   Mas o Senhor nao mostrou apenas a essência do caráter de Deus. Ele cumpriu todos os desígnos divinos também. Sua vida perfeita, Sua morte vicária e Sua glóriosa ressurreição abrem caminho para Deus. E por essa razão, põde afirmar a Seus dicipulos: "Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai se não for por mim" (João 14:6). Enquanto a vida própria Ele disse: "E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste" (João 17:3)
   E para que O conheçamos melhor, Deus nos deu Sua Palavra, a Bíblia. O Antigo Testamento é repleto de referências proféticas a Ele, enquanto o Novo Testamento nos mostra Sua vida e os resultados de sua morte expiatória e ressurreição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário